Torta com massa vegana de batata doce

Posted on 4 min read 670 views

 

Quer pular a historinha? Clique aqui e vá direto para a receita!

Pinit
Ontem eu estava conversando com a minha cunhada sobre os snacks da minha sobrinha de 3 anos e meio. É o primeiro ano que ela tem que levar lanchinho pra escola e, como estávamos conversando, dá trabalho pensar em uma alimentação equilibrada para os pequenos e não fazer com que comam a mesma coisa todos os dias.

E não são só nossos pequerruchos (que sejam filhos, sobrinhos, netos, vizinhos) que devem ser levados em consideração. Todos nós temos o direito de comer bem e sem cair na monotonia. Isso tudo sem passar a vida na feira e/ou no supermercado porque, convenhamos, temos coisa mais interessante pra fazer da vida, né? (e olha que eu adoro dar passeio num mercado)

Foi aí que eu lembrei dessa tortinha básica com massa de batata doce (ou qualquer outro tubérculo). É uma opção bacana porque você pode fazer a mesma base e mudar os recheios e temperos. E o melhor, dá pra congelar. Você pode fazer bastante massa, variar os recheios, e congelar em porções individuais (ou em proporção à sua família).

Pinit

Só vantagens, né? Aqui, além da massa (que pode ser feita com bases outras que a batata doce) eu dei duas dicas de recheio, mas, como sempre eu digo, não perca a oportunidade de explorar e ser criativo. Use ingredientes e misturas que você goste e delicie-se!

Vamos à receita?

Pinit

 

Torta com massa vegana de batata doce

Ingredientes
Pinit

Massa

500g de batata doce cozida

Sal, pimenta do reino, alecrim

Recheio – sugestão 1 “pizza” (vegetariana mas não vegana!)

2 tomates italianos picados e sem sementes

1/2 cebola roxa pequena picada

1/2 xícara de queijo branco picado

1/3 xícara de azeitonas (pretas ou verdes) opcional

Sal e orégano a gosto

Recheio – sugestão 2 (vegana)

Pinit
1/2 xícara de couve manteiga picada

100g de tomate cereja

1/4 de cebola roxa picada

1/4 de xícara de pimentão picado

1 colher de chá rasa de curry (opcional)

Sal, pimenta do reino e cheiro verde a gosto

Recheio – sugestão 3

O QUE VOCÊ QUISER!

Vale absolutamente TUDO! Atum, frango, linguiça, espinafre, escarola, azeitonas, brócolis, cenoura, queijos… Explore as misturas e os temperos. Nada é proibido. Se você quiser colocar morango com chocolate e achar que isso combina com massa de batata doce… quem sou eu pra julgar? hehe 🙂

Modo de fazer
Pinit
  • Descasque, corte em pedaços e cozinhe a batata doce em água fervendo até ela ficar macia. Lembre-se que quanto menor os pedaços, mais rápido ela vai cozinhar. Para testar o ponto, espete a batata com um garfo. Queremos elas macias, mas ainda firmes. Lembre-se que não estamos fazendo sopa.
  • Escorra a água e amasse a batata como se fosse fazer um purê. Pode usar um espremedor de batata, um garfo, ou um mixer se você foi mais preguiçoso. O ideia é obter um purê lisinho.
  • Tempere com o sal, a pimenta do reino e o alecrim. E se você não gostar de alecrim pode trocar por manjericão, orégano, tomilho…… ou só usar sal e pimenta que também super funciona.

Pronto! Acabou!

Sim, acabou! Essa é a massa da nossa torta. E já vou adiantando que pode, sim, trocar a batata doce por batata, mandioquinha e, no meu caso, claro que eu fiz o teste trocando por abóbora cabotiá. Ficou uma delícia.

Pinit

 

O princípio é sempre o mesmo. Cozinhe em água até ficar macio, amasse para formar um purê e tempere. Ah! E também vale ser criativo nos temperos. Por exemplo, batata e mandioquinha combinam super bem com alecrim; abóbora vai bem com curry ou com noz moscada; e se você for adepto de sabores mais picantes, pode trocar a pimenta do reino por pimenta calabresa.

  • Com a base da torta pronta, agora é hora de preparar o recheio e, no caso das duas sugestões que eu apresentei aqui, não poderia ser mais simples. Basta misturar tudo em uma tigela grande, temperar a gosto e pronto.

Atente para tirar as sementes do tomate (caso você use) para evitar que a umidade altere a consistência da tortinha.

Pinit
  • Misture bem o recheio à massa e coloque em uma fôrma de silicone untada levemente com azeite (ou sua gordura de predileção). Se você não tiver forma de silicone, pode usar uma fôrma com fundo removível forrada de papel manteiga ou, simplesmente, usar um pirex ou assadeira qualquer que vá ao forno. Com a assadeira (ou pirex) talvez seja mais difícil desenformar, mas… quem liga? O importante é fica bonita e gostosa.
Pinit
  • Leve para assar em forno pré-aquecido (180°C) por 30 minutos até firmar e corar.
Pinit

Você pode assar em forminhas de cupcake e congelar as tortinhas, assim terá um lanche ou acompanhamento para almoço já pronto que pode ir do freezer direto pro forno.

Pinit
signature

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comments
  • MARIA CAMPOS LAGE
    março 9, 2019

    Seu blog esstá lindo 🙂
    e esta torta de massa de batata doce (e vou adorar com cabotia, of course!!!) está um deslumbramento…
    Parabéns!

    • Luana
      março 12, 2019

      <3 Maria!!!
      Obrigada pelo elogio :)
      Verdade que minha versão favorita dessa torta é mesmo com cabotiá, mas devo dizer que no final de semana fiz com batata doce roxa para a marmita de uma amiga e ficou tão bom e tão bonito....... Vale a pena tb! (sou suspeita pq tb adoro batata doce hehe)
      Quando vc fizer me conta o que achou.
      beijo

Previous
Baba ganoush – a versão real/oficial da receita árabe
Torta com massa vegana de batata doce