Paçoca (com ou sem açúcar)

Posted on 4 min read 127 views

 

Entendo que quando o assunto é paçoca nada pode esperar, então, se você quiser passar direto pra receita, clique aqui.

Já vou começar pelo textão que é pra ninguém vir dizer que estou propondo paçoca fitness. Pelo amor dos deuses todos. A questão é que, ao longo do tempo, eu sigo aprendendo que paladares se adaptam e mudam. E que a gente pode comer bem menos doce e bem menos salgado. Não só porque andam dizendo por aí que não faz bem, mas porque o excesso de sal e açúcar mascara o sabor dos alimentos e a gente acaba nem percebendo o que está comendo.

Vamos trabalhar no “gosto não se discute, se lamenta”  e deixo cada um adoçar sua vida como e o quanto quiser, por isso a paçoca é com ou sem açúcar. Vai do gosto do freguês. A minha é sem, porque é como eu gosto e, para arrematar, eu faço ela “temperada”, cheia de especiarias, e piro nisso. Mas se você quer um docinho mais docinho, pode mandar ver. De preferência, escolha um bom açúcar, mascavo, por exemplo, e não exagere. Vá experimentando e veja o quão doce você realmente aprecia e não esqueça de usar a abusar das tais especiarias porque elas fazem toda a diferença.

Pinit

Agora vamos ao que interessa que é o fato de que passei o final de semana todo vendo meus amigos fazendo inveja com fotos de festas juninas em todas as redes sociais que eu resolvi me vingar. Enchi a cara de pipoca – receita de pipoquinha caseira no microondas sem gordura, temos aqui – e resolvi fazer uns testes e arriscar uma paçoquinha (em versão mais cremosa porque eu não sou tão fã da sensação farofa da paçoca – mas lembrem-se: gosto não se discute e eu deixo vocês lamentarem o meu o quanto quiserem).

Vamos à receita?

Paçoca (com ou sem açúcar)

Ingredientes
Pinit

250g de amendoim sem sal

Mix de temperos: canela, cravo, gengibre, pimenta do reino, cardamomo e noz moscada (uns três cravos, uma colher de chá de canela e uma colher de café rasinha do resto)

Uma pitada de sal

Extrato de baunilha

30g de açúcar mascavo (opcional)

Modo de fazer

Vamos começar torrando o amendoim. Não, eu não aconselho comprar o amendoim já torrado porque assim a gente pode controlar o que quer. E o que a gente quer, na verdade, é tostar um pouquinho para que os óleos naturais do amendoim se soltem com mais facilidade. Uns 10 minutinhos em forno a 180°C já basta.

Se o seu amendoim tiver casca, espere esfriar um pouco e, com a ajuda de um guardanapo limpo, esfregue os grãos para tirar a pele. Agora, se você mandou ver na esperteza e comprou amendoim sem casca, passemos para a etapa seguinte.

Eu uso um processador, porque eu tenho um. Mas pode usar um liquidificador que funciona do mesmo jeito. Coloque o amendoim, as especiarias, o sal e a baunilha no processador (ou liquidificador). Eu tenho uma mistura de especiarias que uso pra quase tudo na vida, inclusive para temperar café. A proporção é uma colher de chá de canela para uma de café de gengibre, pimenta do reino, noz moscada e cardamomo. Gosto de juntar uns cravinhos e umas gotas de extrato de baunilha caseiro. Se você for do time açúcar, coloque o açúcar também. Bata por cerca de 1 minuto, ou dois (depende da potência do processador). Pare e mecha de vez em quando para bater por igual, mas também para supervisionar a textura. Atenção, que a ideia não é fazer pasta de amendoim.

Pinit

A consistência vai variar do seu gosto. Para uma paçoca mais farelenta, pare quando ainda ver grãos rústicos, mas que quando você aperte a farofa ela fique no formato que você deixou. Para uma paçoca mais cremosinha, como a que eu gosto, a consistência que queremos é quase de massinha de modelar. Esse ponto é o mais delicado porque é segundos antes de começar a virar creme.

Agora é a hora da diversão. Eu gosto de espalhar a massa em um pedaço de papel manteiga e colocar na geladeira por uns 5 minutos porque acho que fica mais fácil de trabalhar, mas pode modelar a paçoquinha assim que você terminar de bater o amendoim.

O formato, você escolhe. Você pode usar uma forma de biscoito para desenhos uniformes e criativos, ou fazer como eu, quadradinhos, dadinhos, bolinhas. Solte a criatividade e pode correr pular fogueira iô iô.

 

signature

What do you think?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comments
  • Liana
    junho 20, 2019

    Querida Amiga!!! Bom Dia
    Amo suas receitas, e quanto amor você coloca em sua comida.
    Essa receita da Paçoca deu vontade mesmo de pular a Fogueira Iaiá Pula a Fogueiro Ioiô!!!
    Beijo
    Ciao

    • Luana
      junho 21, 2019

      Acho que o correto era você pular fogueira ia ia iô iô até chegar aqui do outro lado do oceano 🙂
      Vem que tem comida!
      beijo
      ciao

Previous
Bolo de chocolate vegano (com soft tofu)
Paçoca (com ou sem açúcar)